Memória Fotográfica

ZÉ NABO - O VEREADOR DA GRANJA GUARANI
Na foto abaixo, uma imagem história para o nosso bairro. Em reunião na Câmara Municipal de Teresópolis, o primeiro à esquerda é o nosso saudoso José Lima, o Zé Nabo, antigo comerciante do bairro, pai do Kiko e chefe de família exemplar na Granja Guarani. Zé Nabo tem um marco histórico no nosso bairro, afinal, em meados da década de 70, foi eleito vereador, algo inédito até hoje na Granja Guarani, e representou muito bem nosso bairro no Legislativo Municipal. Além de comerciante e vereador, Zé Nabo foi um grande incentivador do esporte no bairro, tendo sido por alguns anos presidente do União Futebol Clube.

ÁLBUM FAMÍLIA RODRIGUES TEIXEIRA

Cesar Rodrigues e cão da família, Clarence, na esquina da Escolinha da Granja Guarani.
Foto Novembro de 1975

Família na Piscina do Parque Nacional. No mergulho
Roque, casado com Nida Rodrigues.

Anita Rodrigues ao Centro, do seu lado esquerdo Norminha (filha de D.Izabel e Sr. Jazi),
do seu lado direito, a sobrinha Luciana.

Cachoeira entre entre o Poço do Mariozinho e o Poço do Meio - anos 70.

Luciana Rodrigues (blusa branca), morava em São Paulo e nesta foto em visita a Teresópolis,
ao lado de uma amiga, na laje do Poço do Meio - Anos 80

Nida Rodrigues e família a passeio nas cachoeiras do Parque Nacional - anos 80


Festa em casa - Da esquerda para direita: Vera Rodrigues, seu marido Manoel (Nequinha) Galdino,
Osmar (Mazinho) Rodrigues e Denize Rodrigues.




Bia Rodrigues no Parque Nacional
Cesar Rodrigues e a irmã, Eliane Rodrigues - Na Igreja Santo Antonio
1ª Comunhão

Família em passeio ao Parque Nacional - anos 80 - Roque, Cremilda, Bia, Luciana e amiga.

Casamento Roque/Nida (Roque com madrinha ao lado) - Igreja Santo Antônio

Passeio Granja Guarani - Anos 70

Passeio Granja Guarani - Anos 70

Passeio Parque Nacional - Anos 70


Cesar Rodrigues ao Microfone - Anos 70 - Igreja Santo Antônio - Na Leitura
da Carta dos Apóstolo na missa da 1ª Comunhão.

Passeio Parque Nacional - Anos 70

Aniversário Anita Rodrigues (ao centro). Do seu lado esquerdo, Eliane Rodrigues. Do seu lado direito, Cesar Rodrigues e Arnado Rodrigues. Vizinhos ao redor. Foto: 1968.

Meu pai, "Seo" Antonio (Toninho Marreta) com sua inseparável acordeon;
ao seu lado Sassau, à direita Sr. Claudio e à esquerda Sr. Pedro Leite.
Eliane Rodrigues e o moderno velocípede dos anos 70.
Eliane Rodrigues

Denize Rodrigues de pé engessado e Anita
Os irmãos juntos: Denize com Anita ao colo, Cesar Rodrigues com revista
 na mão; Arnaldo segurando o pequenês; e Eliane com carrinho de boneca.

Cesar Rodrigues e Eliane
Anita e Eliane com amigas na primeira comunhão - Igreja Santo Antonio.
Toninho Marreta vendendo terreno da família ao "amigo" Quirino.
Eliane Rodrigues
Eliane Rodrigues
Osmar (Mazinho) Rodrigues e seu filho, Fabiano.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------


ÁLBUM DE FOTOS CONTRIBUIÇÃO LOUISA TURIEL
A família de Louise Touriel morou na Casa da Porteira, junto ao Portal de Entrada da
Granja Guarani em parte dos anos 60 e 70. Sua mãe, Dona Catarina, lecionava Língua Inglesa
no Colégio São Paulo, no Yazigi, no CEM - Centro de Ensino Moderno e na empresa Sudamtex. Hoje, Louisa reside nos Estados Unidos.
Esta foto mostra a porta de entrada da Casa da Porteira, com Dona Catarina tendo ao
colo a irmã de Louise Turiel

Nesta foto, Dona Múcia, uma senhora russa, amiga da família de Louisa, dona da residência
da Curva do S (hoje condomínio Alphaville). Esta mesma senhora alugou uma mansão
um pouco mais acima, na Estrada do Araken para o escritor, cineasta e dramaturgo, Domingos de Oliveira,
que, nos anos 70, escrevia os famosos "Casos Especiais" da Rede Globo.

Na foto de cima, Louise Touriel (de blusa branca) na entrada da Casa da Porteira e, ao fundo,
os pilares do Portal de Entrada do bairro. Na segunda foto sua Mãe, Dona Catarina, tendo ao
fundo as janelinhas de vidro de "vigilância" da residência para a rua.


















Um comentário:

  1. Conheci Teresópolis nos anos 70 onde vivi e servi como missionária de tempo integral na Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Naquele tempo morei na Rua Carmela Dutra nos fundos de uma casa que era alugada pela igreja onde eram realizadas as reuniões de seus membros. Tive oportunidade de visitar a Granja Guarani muitas vezes e lamento não ter conhecido a família Rodrigues naquela época. Hoje trabalho junto do César Rodrigues e posso ter contato com essas tão queridas lembranças. Envio meu abraço carinhoso para a cidade e para a granja, lugares onde fui muito feliz. Márcia de Oliveira

    ResponderExcluir