História

  (o mirante da Granja Guarani é tombado pelo INEPAC)

Granja Guarani -  O nome foi escolhido por Arnaldo Guinle o "realizador" do bairro. A granja (como é carinhosamente chamada), é um lugar de intensas arborizações e poéticas alamedas. A Origem do nome vem da obra (romance) O Guarani de José de Alencar. Arnaldo Guinle mandou construir um mirante de belíssima arquitetura circular, revestido com excelente trabalho em azulejaria portuguesa, pintado em traços fortes de azul sob azulejos dos ceramistas portugueses Jorge Colaço, datado de 2/9/1929, que representam 4 lendas indígenas: "Como a noite apareceu", "O Dilucro", "Anhangá e o Caçador" e " A moça que saiu pra procurar marido". Atualmente quem visita o mirante sofre o impacto primeiro pela beleza da obra e segundo pela depredação de vândalos, que não respeitam o patrimônio histórico.





História do Fundador do Bairro

Arnaldo Guinle (1884-1963) foi um dirigente esportivo do Fluminense Football Club e um membro da família Guinle.
Promoveu grandes empreendimentos no clube, tendo por isso recebido o mais alto reconhecimento, o título de "patrono", aprovado em 17 de julho de 1920, em Assembléia Geral.
Admitido em 10 de outubro de 1902, foi o sócio de nº 48. Remido em 30 de maio de 1915 e benemérito a 4 de janeiro de 1916, assumiu a presidência do clube em 18 de abril do mesmo ano, lá permanecendo até 1930, devido à renúncia de Joaquim da Cunha Freire Sobrinho.
Arnaldo se destacou por ter construído o primeiro estádio do Brasil para grande público. Construiu também a primeira piscina em clube de futebol do Brasil, o ginásio, a estande de tiro, o estádio de tênis, uma das mais bela sede de clube de futebol no Brasil, com instalação de vitrais franceses, lustre de cristal e pinturas art noveau. Também foi ele o maior responsável pela fundação do Iate Clube do Rio de Janeiro.
Deu apoio incondicional ao futebol do clube, que vivenciou seu primeiro tricampeonato. Criou ainda o Conselho Deliberativo, o primeiro em um clube esportivo no Brasil, e o Natal das crianças pobres.
Arnaldo foi um dos mais fortes participantes do movimento de implantação do profissionalismo no esporte carioca. Quase no fim de sua gestão, o Fluminense recebe a visita do Príncipe de Gales, mais tarde, a do Rei Eduardo VIII e do Príncipe Jorge. A comissão de festejos do Ministério do Exterior incumbiu o Fluminense de organizar uma partida de futebol em homenagem aos ilustres visitantes. Sob o patrocínio do Fluminense Football Club enfrentaram-se, em 6 de abril de 1931, os paulistas e cariocas, tendo sido o placar de 1 X 6.
Arnaldo Guinle retornou à presidência do clube no triênio 1943/1945, quando desenvolveu as reuniões sociais, conseguindo que o quadro social atingisse a marca dos 7.834 associados.



União Futebol Clube desde 1978


Alfredo Jara, o Chileno, como é mais conhecido na localidade que o adotou, trabalha com crianças carentes há 35 anos. Sempre ensinando o esporte bretão que aprendeu ainda garoto no Chile (e chegou até a treinar no famoso clube Unión Española da primeira divisão). Chileno mostra-se empolgado, apesar das condições pra lá de precárias do seu lugar de “trabalho”: “Aqui todos nós trabalhamos. Eu e os garotos tiramos os galhos que invadem o campinho para podermos treinar melhor”, anima-se o “professor”, mostrando o campo de terra humilde onde centenas de garotos já aprenderam a arte do futebol.